Não seja reprovado em entrevistas de emprego

Como ser aprovado nas entrevistas para emprego?

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Não consigo ser aprovado nas entrevistas para emprego, e ninguém me diz o motivo. O que fazer ?!

Já ouvi repetidas vezes, de vários candidatos que eles não sabem os motivos pelos quais não estão conseguindo aprovação nas entrevistas, e não conseguem receber nenhuma informação por parte dos entrevistadores. Quando conseguem são feed backs muito genéricos.

Porém existem muitas informações e indícios que podem ajudar a elucidar a questão e que não necessariamente depende de você receber do entrevistador algum feedback. Eu diria que uma análise bem-feita da sua performance, feita por você, seguindo algumas das dicas abaixo, pode ser muito mais útil do que um feedback genérico.

Pergunte para si próprio:

a)    Estou sendo chamado para entrevistas compatíveis com o meu perfil? Pode tratar-se apenas de uma sondagem e você deve ser capaz de identificar esta situação;

b)    Você percebe num determinado momento da entrevista, que você perdeu a oportunidade. Não perca de vista exatamente o que aconteceu naquele momento para analisar depois;

c)    Se você está sendo entrevistado para posições que realmente são compatíveis com o seu perfil, pergunte-se o quanto você se preparou para a entrevista. É muito importante você ser franco com você mesmo.

Procure responder ainda as seguintes questões:

d)    Eu me apresentei adequadamente e de acordo com o Dress Code da empresa?

e)    Minha predisposição para a entrevista foi boa, eu estava animado, confiante?

f)     Minhas respostas às perguntas foram breves e objetivas, indo direto ao ponto, dando exemplos e mostrando os resultados que pude trazer para meus empregadores?

g)    Eu me preparei buscando informações sobre a empresa, sobre as atribuições e desafios do cargo?

Olhe para a lista acima, e seja brutalmente honesto consigo mesmo.

Mas eu sugiro que você leve a sua auto avaliação um passo adiante. Faça uma entrevista simulada com você mesmo. Grave esta entrevista onde você dará respostas a uma série de questões chaves e recorrentes nos processos seletivos. Reveja o seu desempenho, identificando o que você poderia melhorar.

Você pode ir pouco mais além na sua auto avaliação. Procure um ex par, ou ex chefe ou um profissional com experiência na realização de entrevistas e peça para ser entrevistado. Grave a entrevista e discuta o resultado com o entrevistador, que deve ser alguém que assumirá o compromisso de ser muito franco com você.

Peça para o seu entrevistador fazer várias vezes a mesma pergunta, mas de formas diferentes e perceba qual foi a sua consistência nas respostas.

Ao final ouça “de fato” todos os comentários. Uma boa técnica neste momento é apenas ouvir e anotar, sem se preocupar em de se defender ou se explicar. Pense muito bem sobre o que você ouviu e avalie o que pode melhorar.

Estas ações permitirão que você aumente as suas chances, mas você deve continuar buscando fazer sua auto avaliação ao final de cada entrevista.

a)    Faça anotações assim que deixar a sala do entrevistador. Não deixe para depois. Verifique se você foi bem, onde ainda pode melhorar. Anote detalhes que podem lhe trazer algum sinal, como por exemplo as mudanças no comportamento do entrevistador, sua linguagem corporal, seu interesse na sua fala etc. Cada entrevista lhe colocará diante de uma nova situação;

b)    Antes de deixar a entrevista, pergunte sobre quais fatores serão determinantes para a escolha do candidato. Isto lhe dará muitas pistas sobre as suas chances;

c)    Mande um e-mail para o entrevistador dentro de 24 horas da entrevista, enquanto você ainda está na mente do entrevistador. Deve ser algo breve, não mais do que dois parágrafos. Você estará abrindo um canal de diálogo importante, que poderá fazer com que o mesmo lhe dê um feed back menos impessoal caso você não seja aprovado.

d)    E se finalmente você não for aprovado e resolver pedir um feed back, não coloque o foco na entrevista, mas sim em aspectos mais gerais, como por exemplo, de que forma você poderia se preparar melhor para voltar a se candidatar para uma nova posição naquela empresa.

E por último, eu gostaria de enfatizar que como você pode perceber nesta leitura, tem muito trabalho de casa para você fazer. Os benefícios que você poderá obter ao buscar colocar em pratica as ações aqui sugeridas, trarão muito mais resultados do que um feed back genérico, que é o que muitas vocês você consegue obter.

© 2016-2018 MB Capital Humano. Todos os direitos reservados.

Pesquisar